6 pequenos gestos que ajudam a ensinar gratidão às crianças

Seu filho vive em um lar harmonioso, cercado de amor e bem servido de passeios e brinquedos, e mesmo assim você sente que ele reclama muito e, em alguns momentos, tem dificuldade para reconhecer sua situação privilegiada?

Lembre-se de que crianças pequenas são imediatistas e vivem o momento. Elas ainda não conseguem enxergar o contexto quando são contrariadas, e mesmo que tenham comido dois picolés, um simples “você já comeu doces demais, vamos deixar os outros para depois” pode desencadear um grande descontentamento.

Ainda assim, há pequenos gestos e hábitos do dia a dia que podem ajudar a interiorizar conceitos de reconhecimento e gratidão. Experimente:

  • Todos os dias, na hora de dormir, conte para a criança algo que tenha lhe deixado muito feliz e incentive que ela faça o mesmo.
  • Quando a criança receber uma gentileza, sugira que ela retribua com um bilhete de agradecimento ou um desenho.
  • Ensine pelo exemplo: elogie quando a criança for gentil, agradeça quando for colaborativa e reconheça seus esforços.
  • Evite reclamações excessivas: observe sua própria postura com relação ao trabalho e às obrigações cotidianas. Nossos filhos percebem nossa insatisfação e tendem a reproduzir nosso comportamento.
  • Inclua pequenas tarefas domésticas, apropriadas à idade, na rotina das crianças. Colocar os pratos na mesa, guardar os talheres, enrolar as meias, aspirar o tapete… isso cria um senso de responsabilidade e a percepção de que manter a casa bem cuidada demanda esforço.
  • Ensine outras formas de se expressar. No lugar de “estou com fome”, em tom queixoso, incentive que a criança diga “por favor, pode lavar uma maçã para mim?”.