Exames de triagem neonatal

Você conhece os testes aos quais são submetidos os recém nascidos durante os primeiros dias de vida? Eles muitas vezes acontecem durante a internação na maternidade, com cobertura obrigatória pelo Sistema Único de Saúde e pelos convênios médicos, e são quatro: Pezinho, Orelhinha, Olhinho, e Coraçãozinho. Saiba para que servem!

Teste do Pezinho: por meio da coleta de uma pequena amostra de sangue extraído por uma picada no calcanhar do bebê, detecta de seis até 30 doenças, dependendo do laboratório onde for realizado, dentre as quais detecta de seis até 30 doenças, dependendo do laboratório onde for realizado. Em caso de parto domiciliar, é importante estar atenta ao prazo de realização, entre o terceiro e o quinto dias de vida.

Teste da Orelhinha: realizado no segundo ou terceiro dia de vida, ainda na maternidade, esse exame identifica perdas auditivas no bebê. Não invasivo, é feito com o bebê dormindo. No caso de parto domiciliar, pode ser realizado até o terceiro mês de vida do recém nascido.

Teste do Olhinho: simples e não invasivo, o teste consiste em iluminar os olhos do bebê com um feixe de luz para observar um eventual reflexo vermelho que pode indicar catarata, glaucoma e outros problemas de visão. Pode ser realizado na sala de parto ou na primeira consulta com o pediatra.

Teste do Coraçãozinho: deve ser realizado entre 24 e 48 horas após o nascimento, e serve para diagnosticar doenças cardíacas por meio do monitoramento da oxigenação do sangue do bebê. Indolor e não invasivo, é realizado com um oxímetro, equipamento parecido com uma pulseira, no pulso e tornozelo.