Não existe perfeição na maternidade real. E tudo bem!

Tenho percebido, em meus atendimentos, que o medo mais frequente das mães, que acaba sendo um impulsionador para muitas dificuldades no puerpério, é o medo de errar. Esse temor surge principalmente em mulheres que tiveram uma criação mais rígida, com muita pressão para “fazer o certo da maneira certa”, sem flexibilidade para falhar ou para experimentar caminhos diferentes.

Quando esse “erro” não vem sozinho, e chega acompanhado de críticas e julgamentos, a frustração cresce ainda mais. Quem nunca ouviu os seguintes comentários, vindos de pessoas próximas e queridas?

  • “Eu deixava meu filho chorando e desde cedo ele aprendeu a dormir como um anjo.”
  • “Leite materno não sustenta, você precisa dar logo uma mamadeira com mingau para ele parar de chorar.”
  • “Você e seus irmãos começaram a tomar suco e comer papinha aos três meses e estão vivos e saudáveis.”

A lista é infinita! Esse discurso, que pode não fazer sentido para nós, está repleto de críticas veladas. Nosso inconsciente as processa como:

  • “Estou criando uma criança insegura e dependente?”
  • “Será que ele está passando fome?”
  • “E se eu estiver fazendo tudo errado?

Libertar-se desses sentimentos é desafiador, pois a sensação é que estamos desprezando as experiências de nossas mães, tias, amigas e irmãs. E, com isso, rompendo um elo de amor e boas intenções.

Nesses momentos, nos esquecemos de que cada mãe é única, cada bebê é único e cada relação entre mãe e bebê é única e não se repete, independente de quantos filhos a mulher tenha. E neste momento, você está construindo a SUA relação com seu bebê.

Essa história não se repetirá jamais, e não é linear. Entre acertos e escorregadas, você logo perceberá que o que importa não são os erros, e sim o caminho que eles te ajudam a traçar.

 

*Sou enfermeira obstetra e trabalho com gestantes, mães e bebês há muitos anos. Apaixonada por tudo que envolve o gestar, parir e maternar, ofereço atendimentos terapêuticos em Thethahealing e consultorias em sono materno infantil, aleitamento e cuidados com o bebê de forma individual, para pequenos grupos ou in company. Se você é mãe ou gestante e gostaria de viver de forma mais leve, entre em contato. Estou certa de que juntas vamos encontrar o melhor caminho!